quarta-feira, 1 de abril de 2015

Vida

Tem pessoas que deixam de sonhar quando saem da cama, eu os carrego comigo, tem gente que bebe nos finais de semana, eu vivo embriagada de vida. Tenho tentado colocar sabor nas coisinhas da vida, um temperinho aqui, uma pimentinha ali, as gatas são bichos soltos que têm liberdade de entrar e sair da casa quando querem. Tenho evitado lugares onde não posso ser inteira, tenho deixado  a procrastinação esquecida no canto qualquer. De vez em quando busco um pedaço de nuvem num algodão doce. E as vezes o colorido do arco iris enfeita o céu pra gente sorrir.
E nas voltas que o mundo dá, peguei todas as certezas absolutas e joguei no lixo.

Um comentário:

  1. Amém!
    Nas voltas que o mundo dá, é preciso estar sempre de novo olhar e exercitar o desapego daquilo que não nos completa, não nos liberta, não nos desperta.
    Amem!

    ResponderExcluir