terça-feira, 26 de maio de 2015

Sobre ele

Ele se enfeita de novas possibilidades todos os dias, não anda na moda, nem usa relógios para não marcar o tempo e ter sempre a sensação de liberdade. Gosta de caminhar no fim da tarde e está sempre com os pés no chão e a cabeça nos sonhos que não se concretizaram ainda. Ninguém sabe as magoas que carrega, fala pouco, gosta muito de ouvir e tenta aprender com os que lhe cercam. Se diz de meia idade, mas tem o viço da juventude, ainda é um menino que carece de atenção. Todos os acham com um grande e decidido homem, mas suas inseguranças guarda só pra si.
E nas voltas que o mundo dá, ele é um deus, um anjo, um herói ou plebeu. Depende das vestes que ele escolhe antes de sair de casa para trabalhar. E dele são as lembranças que guarda tranquilamente em um testamento imaginário.

Nenhum comentário:

Postar um comentário